PortugueseEnglishSpanish

Voando, cedo ou tarde!

A liga Virtual America Racing pisou no da direita e deu inicio ao seu primeiro campeonato oficial no automobilismo virtual. Na noite de quinta feira (06/02/2020), 13 pilotos estiveram em pista para a largada da GT3 Sprint Series no circuito de Laguna Seca.

Durante os treinos um piloto vinha se destacando, Larcio Medina da equipe Dinos Garage39 deu um tiro certo em trocar de Porsche para BMW após a atualização da dlc, piloto passou ser referencia pros demais em pista.

Bateria 1:

Chegando hora da classificação, era a hora de mostrar quem era quem em, e não deu outra, Larcio crava a pole com o tempo de 1.21.104, Leonardo Sampaio da equipe LM Racing marca o segundo tempo em 1.21.149 seguido por João Bregonci da equipe Fly Racing com o tempo de 1.21.226.

Pilotos com tempos muito próximos, diferença de 1.1 segundos entre o pole e o nono colocado.

É hora do vamos ver, largada é dada e pilotos pisam no da direita para 40 minutos da primeira bateria. Larcio Medina mantem a ponto, grid praticamente inalterado na largada, Marcos Renato comete o primeiro erro da noite com seu Corvette, tentando sair forte na primeira curva, acaba acertando o muro, corrida de recuperação ao estreante no AV. Pedro Nosaki foi o estreante do saca rolha, ainda na primeira volta piloto erra e perde algumas posições, indo de sétimo para decima colocação, enquanto isso na ponta, Sampaio crava a volta mais rápida e parece ameaçar um pressão em cima de Larcio.

A primeira briga da etapa e uma bela ultrapassagem, vem com Robney Pereira em cima de Nosaki, na reta dos boxes, Robey joga por dentro e tem a preferencia na primeira curva, e assume a oitava colocação, minutos depois, Igor Perez mergulha na ultima curva e passa Robney, assumindo a oitava colocação.

Com 8 minutos de corrida, o primeiro acidente forte, Sampaio que tentava o ataque ao Larcio e ao mesmo tempo se tinha Bregonci no seu calcanhar, acaba passando em um anticut, perde o carro e acerta em cheio o muro, deixando a briga pelo pódio, Gilbeto Violani que vinha em quarto, assume a terceira colocação, Bregonci vê caminho livre pra tentar chegar no líder da prova, Sampaio cai pra ultimo tendo que reparar o carro e ainda teria que fazer sua parada dentro da janela de pit, ficando complicada a corrida pro piloto, nessa hora, Marcos e Elton Gomes  também vão aos boxes para reparos.

Pessoal da Dinos vinham animados, entre um acidente aqui, erro de pilotos ali, Toninho Motta assumia a terceira posição e Rodrigo Zanga em quarto, além do líder que se mantem firme.

Bregonci finalmente começa impor um ritmo, tirando a diferença para Larcio, mesmo assim, passar em pista seria difícil, piloto contava com uma sorte, e ela veio, Larcio e Bregonci entram junto nos boxes, mas em um trabalho perfeito, Bregonci sai à frente e assume a liderança virtual da prova, pois Leonardo Ferreira era o líder, ainda não tinha feito sua parada e parecia que não ia parar nunca mais (rs), Léo não se atentou a janela e parou fora dela.

Corrida mais calma, pilotos mantendo suas posições, Larcio tentando chegar em Bregonci, Violani depois das paradas volta em terceiro, Tito Tomey teve uma corrida cheia de altos e baixos devido punições por excesso de velocidade nos boxes, Toninho e Zanga travam a briga pela quarta posição com Zanga Levando a melhor.

Bandeira quadriculada da primeira etapa, Bregonci vence, Larcio chega em segundo e Violani fecha em terceiro, três equipes diferentes no pódio, Fly Racing, Dinos Garage39 e AM2PM.

 

Bateria 2:

Todos sabem que segunda bateria e grid invertido a emoção e adrenalina falam alto, com a inversão de grid, Tito larga na pole, seguido por Sampaio e Nosaki.

Na reta de chegada, antes mesmo da largada, problemas para Robney que rodou ao passar em cima da zebra. Tito mantem a ponta, Sampaio em segundo e Léo da o pulo do gato e assume a terceira posição,  Zanga no mesmo ponto do Sampaio na primeira bateria perde controle do carro e acaba indo pro muro, perdendo asa traseira e dando adeus a qualquer expectativa de uma boa corrida.

Faltando 12 minutos para o fim, Léo comete um erro e perde duas posições, deixando Nosaki e Toninho na briga pelo ultimo lugar do pódio, não demora muito e Pedro não aguenta a pressão, e Toninho assume o terceiro lugar, e Larcio com ritmo forte já é quarto neste momento. Pouco depois, faltando 6 minutos pro fim, briga forte mesmo fica entre Elton e Nosaki pela sétima posição, só que Elton erra e da adeus a briga.

Fato é que Tito não deu chances aos adversários e vence a segunda bateria, Sampaio tira o gosto amargo da primeira bateria e passa em segundo, Toninho fecha em terceiro sem fazer jogo de equipe.

Etapa teve vitória de Brasil e Peru.

 

Punições da etapa:

Classificação:

  • É obrigatório retorno aos boxes para poder sair.

Pilotos que não cumpriram a regra e largam dos boxes na próxima etapa:

Toninho Mota

Larcio Medina (Perde ponto da Pole)

Rodrigo Zanga

Leonardo Ferreira

Igor Perez

Robney Pereira

 

Corrida:

Sem protestos.

Leonardo Ferreira – Não parou dentro da janela de pit stop (DQ)

 

 

Não fique de fora, ainda da pra se inscrever, acesse: www.virtual-america-racing.com

A transmissão da corrida você acompanha aqui: https://youtu.be/q2K0d9mUSt4

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on linkedin
Compartilhar no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhar no Pinterest

Deixe seu Comentário