PortugueseEnglishSpanish

Sem crise, Venezuela vence o Evento McLaren Senna!

Embora houvesse receio dos organizadores por ser uma corrida realizada por uma equipe, egos foram deixados de lado, várias equipes se inscreveram, e compraram a proposta. O resultado foram 50 inscrições, dos quais 31 efetivaram a inscrição. Um grande marco! É disso que o AV precisava: mais união!Evento contou com a transmissão da Xtreme TV e pilotos de seis nacionalidades: Brasil, Peru, Alemanha, Espanha, Venezuela e Portugal. Alguns acabaram não comparecendo apesar de terem pago as inscrições.Chegada a hora, Miguel de Los Rios era o pole position e tudo se encaminhou bem na largada, pouquíssimos incidentes! Miguel mantem a ponta e em uma belíssima largada, Leonardo Sampaio (Brasil) de quarto, pula pra segunda posição. Bregonci (Brasil) ganha uma e pula pra quarto lugar, Luis Capamadjian (Perú) de 14º pulou para quinta posição antes mesmo de fechar a primeira volta!A corrida seguiu tranquila, pelotão intermediário sempre próximo, algumas disputas interessantes e a estratégia se mostrou fundamental. Infelizmente, logo após as primeiras paradas, um problema de rota de colisão acabou causando uma queda em massa do servidor. Pilotos peruanos como Tito Tomey, Ricardo Dorador, Luis Capamadjian, Renzo Melzi e o líder Miguel de Los Rios foram os afetados. Dorador ainda retornou ao servidor pelo re-join e seguiu na prova.Neste momento, Sampaio assumia a ponta, seguido de Bregonci e Giancarlo Velarde (Perú).Como a estratégia era o grande trunfo nesse evento, Argenis Riera (Venezuela) que largou na 13º posição, pulou para o segundo lugar e Carlos Alberto (Brasil), de 20º na largada, era o quinto na classificação geral. Giancarlo Velarde (Perú), que começou meio tímido, começava a mostrar a que veio e parte pra cima de Sampaio na briga pela terceira posição, enquanto Bregonci passava sufoco com a pressão de Argenis na briga pela liderança.Passada metade da corrida, Argenis lidera, seguido por Giancarlo, Bregonci assume a terceira posição, mas depois de um drivethru, acaba caindo para oitava posição, nessa hora Velarde cai pra terceiro e Martin Garrido (Peru) assume a vice-liderança da prova.Chegando aos 40 minutos finais, Argenis e Velarde mostraram estar em outro nível, dominando a primeira e segunda posição, após erros de Sampaio, Bregonci se recupera e assume a terceira colocação, Argenis parte pra cima de Velarde, que comete um pequeno erro e cai pra segundo.Nos 30 minutos finais, as últimas paradas em boxes e a hora da verdade chegou: pilotos buscando o limite e partindo pra cima. Argenis líder, Velarde segundo e do terceiro pra trás tudo indefinido. Carlos tomando pressão de Bregonci na luta pela quinta posição, Martin em terceiro numa corrida constante, mas ainda com uma parada nos boxes pra realizar. Bregonci em uma estratégia diferente, consegue assumir a segunda posição, mas recebe uma pressão gigantesca de Velarde que tinha acabado de parar, não dura muito e Velarde realiza a ultrapassagem, assumindo a vice-liderança.Acabado o tempo, Argenis Riera em uma corrida e estratégia espetaculares, vence o evento e leva a Venezuela ao lugar mais alto do pódio. Giancarlo Velarde fica com a segunda posição e Bregonci o fecha o podio.A briga pelo quarto lugar estava quem? Sampaio e Renzo Sanches (Perú)! Ambos duelaram até os últimos minutos, mas Sampaio segura a pressão e termina em quarto deixando Sanches em quinto.Martin Garrido fica em sexto, Carlos Alberto o sétimo. Vagner Souza (Brasil) passa na oitava posição, Sidney Santos (Brasil) que nem sabia se conseguiria correr por problemas no computador, faz uma bela corrida e termina em nono.Pedro Nosaki (Brasil) fica em decimo, Robney Pereira (Brasil) que duelou bastante em alguns momentos passa em 11º. Joaquin Cavero (Peru) fica em 12º e Charles Binsfield (Brasil) passa em 13ºLembram-se dele? Ricardo Dorador, que teve o problema de queda de conexão, retornou e completa a prova na 14º posição. Com esse rendimento espetacular e sem o problema da queda, seria ele o vencedor da etapa?Ivan Martin (Espanha) fecha na 15º e Leonardo Ferreira (Brasil) que também torceu pro computador aguentar, fecha o evento na 16º posição.

CONFIRA COMO FOI A CORRIDA:

Por fim, a equipe AM2PM agradece todos que participaram e que fique uma lição:  não somos inimigos no AV. Ficamos na torcida para que aconteçam mais eventos assim!

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on linkedin
Compartilhar no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhar no Pinterest

Deixe seu Comentário