PortugueseEnglishSpanish

Peruanos dominam as primeiras posições em Indianapolis

A corrida de Indianapolis pela segunda etapa da VAR GT3 SERIES mostrou porque a VAR é uma das mais competitivas ligas da América.

Quando se fala em templos do automobilismo, um dos nomes que vêm à cabeça é o do Indianapolis Motor Speedway. Palco das famosas 500 Milhas, a história do circuito começou na virada do século XIX para o XX, quando os carros estavam começando a se popularizar.

A ideia partiu do empresário Carl G. Fischer ao ver seus amigos competindo na Europa em 1905 e perceber o quão desenvolvida estava a indústria automobilística europeia.

Na Europa, os circuitos permanentes não eram usados somente para corridas, mas também para o desenvolvimento dos carros de rua. Fischer resolveu fazer a mesma coisa em sua terra natal, Indiana, construindo uma pista permanente para que as montadoras estadunidenses pudessem copiar o esquema feito na Europa e também desenvolver seus carros.

Até então, as corridas nos Estados Unidos aconteciam em pistas de cavalo ou em ruas públicas, longe do ideal.

O circuito ganhou notoriedade mundial durante os 11 anos (1950-1960) em que as 500 milhas fizeram parte do calendário da Fórmula 1.

Após 1960 o IMS ganhou uma camada de asfalto, mas mantendo no ponto de largada e chegada uma faixa de 1 metro de tijolos que é sua marca registrada.  Até os anos 90, as 500 milhas era o único grande evento do circuito, porém quando Tony George herdou o circuito, conseguiu trazer uma prova da NASCAR e uma da Fórmula 1 montando um circuito misto na parte de dentro do oval.

E este lendário Circuito de Indianapolis foi o palco perfeito para a segunda etapa da GT3 VAR SERIES.

O piloto bi-campeão da categoria, o Peruano Luis Felipe Capamadjian marcou a Pole Position e dominou toda a etapa.

Sendo acompanhado de perto pelo Brasileiro Joe Silvestrini a bordo do seu Bentley GT3 2020. Alexandre Paumgartten dominou a terceira colocação e fez uma boa etapa conquistando pontos importantes para o campeonato. Jeferson Richard o atual líder do campeonato conquistou a quarta colocação.

Já na Categoria AM a disputa foi intensa.
Destaque para o Vencedor da etapa Renzo Melzi que se envolveu em um acidente logo na primeira volta, e caiu várias posições no grid. Contanto com uma bela prova de recuperação o Peruano fez sua parada obrigatória mais cedo e recuperou diversas posições, conseguindo conquista a sua segunda vitória na categoria.

Outro destaque vai para o piloto do SRT, Marcus Battaglia conquistou a segunda colocação da sua classe, no final da corrida colocou bastante pressão no líder da classe, mas o tempo já era curto. Com uma bela prova levou a SRT ao pódio na VAR.

Fechando o pódio o piloto Gilberto Violani, conquistou um belíssimo resultado pela AM2PM, com isso o piloto segue na briga pelo título da Classe. Apenas 7 pontos separam os 5 primeiros pilotos da classe.

A próxima etapa será em Portimão daqui a 15 dias e apenas 7 pontos separam o líder do Top5.

ASSISTA COMO FOI A CORRIDA

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on linkedin
Compartilhar no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhar no Pinterest

Deixe seu Comentário